É o Oris mais Oris de sempre, segundo a própria marca, e surge como uma grande novidade nesta última etapa do ano: com caixa em titânio e movimento esqueletizado, o novo relógio distingue-se pelo design purista e pela assumida ausência de decorações ou acabamentos, de modo a salientar toda a sua essência mecânica. Nunca se viu um Oris assim.

Veja o artigo completo no site
espiraldotempo.com